Lubrificantes Automotivos: o que é viscosidade SAE e a sua importância

Já aconteceu de você ir à uma loja de autopeças procurando por um lubrificante automotivo e ficar em dúvida sobre a quantidade de diferentes numerações existentes? E aí vem a dúvida, o que significam todos esses números? E por que tem que ter uma letra ”W” entre esses números? E aí você descobre que tudo isso tem a ver com uma sigla “SAE”…e agora? Para que serve tudo isso?

Calma, não precisa ter mais dúvidas, porque nós da Rede ANCORA definiremos e revelaremos a você o que significa tudo isso. Acompanhe o texto na íntegra!

Primeiramente: o que significa viscosidade?

Considerado como um dos mais relevantes aspectos para quando você optar pelo melhor lubrificante automotivo para o veículo, significa a fluidez do óleo em contato com determinada temperatura. Logo, quando o óleo lubrificante for mais grosso ele é mais viscoso; e os mais fluidos são considerados como menos viscosos.

A função da viscosidade é que seja suficiente para que seja criada uma película protetora no entorno do motor, porém, essa película não pode ser tão grossa próximo a proporcionar tamanha resistência que impeça o movimento das peças.

Resumindo, os lubrificantes automotivos mais grossos, ou seja, mais viscosos, têm uma fluidez mais lenta pelo motor e requerem mais força para serem bombardeados.

Os mais fluidos, ou seja, os menos viscosos, conseguem circular mais facilmente, o que permite uma lubrificação mais rápida, alcançando todas as partes das peças. Essa rapidez na fluidez não deixa nenhuma parte se desgastar mais que outra – e isso faz com que a necessidade de pequenas manutenções diminua.

Definindo a sigla SAE:

Essa sigla, que causa dúvidas sobre o significado, é de uma Instituição americana que criou um critério para a padronização e classificação do grau de viscosidade dos lubrificantes automotivos. A sua definição é: Society of Automotive Engineers, ou seja, é a Sociedade dos Engenheiros Automotivos responsável pela avaliação da qualidade dos óleos.

E Multiviscosidade, o que é?

Resumidamente, a indústria passou a criar lubrificantes que entregam mais vida útil ao motor, formando menos borra e, consequentemente, que conseguem render mais. Isso se deve ao teor tecnológico que a indústria petroquímica obteve conforme os anos de estudos e aprimoramentos.

E aí é que entra a multiviscosidade, uma das propriedades que mais auxiliou para essa melhoria dos produtos. Multiviscosidade do óleo nada mais é que a capacidade de apresentar diversos tipos de fluidez conforme a temperatura do motor.

E, para você não ter mais dúvidas, explicaremos como que esses óleos multiviscosos funcionam.

Primeiramente vamos às definições. A famosa letra “W” representa a palavra “Winter”, que, em tradução literal do inglês, significa “inverno”. Logo, o primeiro número indica qual a viscosidade do óleo em temperaturas baixas, quando o veículo ainda não está funcionando. E o segundo número mostra a viscosidade do óleo quando atinge 100 graus C°, ou seja, quando o veículo já está funcionando.

Um exemplo é a categoria 5W-30, onde 5W representa a viscosidade desse óleo quando em temperatura neutra/ambiente – quer dizer uma temperatura mais fria em relação ao momento de funcionamento do motor. Nesse caso, demonstra-se um óleo bastante fluido, perfeito para partida do veículo.

Já o número 30 (do composto 5W-30) significa que o lubrificante também funciona com uma viscosidade de 30, quando o motor está aquecido. Um óleo muito fluido, nesse momento, poderia queimar mais rápido que o recomendado, e a lubrificação não seria eficaz às peças, por isso essa categoria se mostra eficiente.

Uma comparação sobre mais ou menos viscoso

Para fazer esse balanço, basta avaliar as embalagens dos produtos. Um exemplo, vamos comparar os lubrificantes 5W-30 e o 10W-30:

O 5W-30 tem mais fluidez em comparação ao 10W-30 quando o motor está desligado – em temperatura neutra. Porém, quando o motor está aquecido, ambos ficam com a mesma viscosidade (neste caso, representada pelo número 30).

E a escolha para o veículo, como fazer?

O mais recomendado é seguir corretamente o Manual do Proprietário do Veículo. Assim não tem erro. Para que o motor tenha o melhor aproveitamento e os benefícios que o óleo lubrificante tem a oferecer, nada melhor que seguir as instruções do fabricante, não é mesmo? Além do mais, todos os carros produzidos em escala mundial são testados inúmeras vezes até que se encontre um óleo lubrificante adequado para a vida útil e melhor funcionamento do motor. Então, nossa dica de ouro é: fique sempre atento(a) a este Manual!

E sobre a marca, qual devo escolher? 

Agora que já explicamos o que é SAE e a viscosidade, falta dizer quais marcas proporcionam os maiores benefícios que os óleos lubrificantes têm a oferecer. E a resposta é: a nova linha de Lubrificantes Automotivos da Car+ e Truck+, as marcas próprias da Rede ANCORA para as linhas leve e pesada.

 Desenvolvidas com a mais alta tecnologia do mercado, os óleos lubrificantes Car+ e Truck+ entregam variadas modalidades, assim como proteção, potência e muito mais vida-útil aos motores. Ficou interessado(a)? Então não perca tempo! Encontre lubrificantes automotivos e demais produtos originais Car e Truck+ exclusivamente em uma franquia Rede ANCORA mais próxima a você, clicando aqui. Obtenha o cuidado que só quem entende de peças pode entregar!

Rede ANCORA – A Força de Uma Grande Parceria! 🤝